Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/11000
Document Type: Dissertação
Title: Sobre a fração de bárions em aglomerados de galáxias
Authors: Barreto, Tarcísio Alves de Araujo
Issue Date: 31-Oct-2018
Advisor: Holanda, Rodrigo Fernandes Lira de
Resumo : As maiores estruturas conhecidas no universo são os aglomerados de galáxias, que possuem massas que variam entre 10^14-10^15 massas solares. Do ponto de vista cronológico, estas configurações são relativamente recentes e estariam colapsando gravitacionalmente em um processo hierárquico em redshifts menores que 1.5. Em simulações hidrodinâmicas envolvendo o modelo padrão da cosmologia, um resultado importante é que a fração de massa do gás (massa do gás / massa total) destas estruturas é constante com o redshift. Muito recentemente, alguns autores utilizando exclusivamente dados observacionais (sem uso de simulações) verificaram a constância da fração de gás (fgas) com o redshift. Foram usados dados da fração de massa do gás de aglomerados de galáxias (obtidas de observações em raios-X) e distâncias de luminosidade de supernovas do tipo Ia. Os aglomerados foram considerados em equilíbrio hidrostático, isotérmicos e com morfologia esférica. Nesta dissertação, nós seguimos a metodologia utilizada nestes estudos prévios para investigar se diferentes hipóteses com respeito a morfologia e perfil de temperatura dos aglomerados de galáxias modificam as conclusões sobre o comportamento da fração de massa do gás. Como resultado básico, constatamos que não houveram mudanças significativas nas conclusões.
Abstract: The largest structures known in the universe are clusters of galaxies, which have masses ranging from 10^14-10^15 solar masses. From the chronological point of view, these configurations are relatively recent and would be collapsing gravitationally in a hierarchical process in redshifts smaller than 1.5. In hydrodynamic simulations involving the standard model of cosmology, an important result is that the gas mass fraction (gas mass / total mass) of these structures is constant with redshift. Very recently, some authors using exclusively observational data (without simulations) verified the constancy of the gas fraction (fgas) with the redshift. The mass fraction of the galaxy clusters gas (obtained from X-ray observations) and luminosity distances of type Ia supernovae were used. The galaxy clusters were considered in hydrostatic equilibrium, isothermal and with spherical morphology. In this dissertation, we follow the methodology used in this previous study to investigate whether different hypotheses regarding the morphology and temperature profile of galaxy clusters modify the conclusions about the behavior of the mass fraction of the gas. As a basic result, we found that there were no significant changes in the conclusions.
Keywords: Aglomerados de galáxias
Fração de gás
Parâmetro de depleção
Galaxy cluster
Gas fraction
Depletion factor
Subject CNPQ: CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::FISICA
Sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES
Language: por
Institution: Universidade Federal de Sergipe
Program Affiliation: Pós-Graduação em Física
Citation: BARRETO, Tarcísio Alves de Araujo. Sobre a fração de bárions em aglomerados de galáxias. 2018. 81 f. Dissertação (Mestrado em Física) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2018.
URI: http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/11000
Appears in Collections:Mestrado em Física

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TARCISIO_ALVES_ARAUJO_BARRETO.pdf1,49 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.